Valência Misericórdia de Nordeste

Casa de Trabalho e Proteção à Juventude Feminina de Nordeste

Um grupo de senhoras promove a abertura da “Casa da Liga Cristã”, em Janeiro de 1937, em que tem como diretora-orientadora D.Maria do Carmo Pacheco Monte.

Este organismo é oficializado em 28 Janeiro de Janeiro de 1942, e a 10 de Fevereiro, são aprovados os estatutos da Casa de Trabalho e Proteção à Juventude Feminina de Nordeste, Açores. No ano seguinte a Casa tinha 48 educandas, aumentando este número para 66, três anos depois.

Em 30 de Janeiro de 1949, a imprensa micaelense noticiava que o ministro das Obras Públicas de então, havia aprovado o projeto da Casa de Trabalho de Nordeste e, em 25 de Julho desse mesmo ano, era lançada a primeira pedra.

A obra foi inaugurada a 28 de Novembro de 1954. D.Maria do Carmo Pacheco Monte, conjuntamente com outras senhoras, funda a Casa do Trabalho que acolhe crianças do sexo feminino.

É composta por uma área total de 10000 m², sendo 721 m² de área coberta e 9279 m² de área descoberta. Da área descoberta fazem parte o jardim da Instituição; a quinta, cultivada com produtos destinados a consumo próprio da Instituição; as casas de arrumação. Para além disso, esta área é aproveitada, também, para criação de animais como aves e porcos.

A área coberta é composta por 4 pisos, nos quais funciona o Lar de Crianças e Jovens, o Centro de Atividades de Tempos Livres da Vila e o Artesanato.